Ultimas

30/10/13

Barra Velha: Maranhão e comparsas são baleados e presos no Morro do Colchão

Postado em 30/10/13 Atualizado Em 30/10/13
Nivagner Silva Araújo, 33 anos, mais conhecido como Maranhão; André Rezende da Silva, 28 anos, o Negreiros e uma mulher não identificada, por volta das 11h de hoje, foram baleados pela polícia, no Morro do Colchão, no bairro São Cristóvão, em Barra Velha. 

A mulher está em estado grave, com um tiro no abdômen e foi preciso ser transportada pelo helicóptero Água da PM, para o hospital São José, de Joinville.  Os outros dois feridos, que foram atingidos por um tiro no pé, e outro por um tiro na coxa, foram levados pelos próprios policiais, em viaturas, para o PA.

Segundo a Polícia Militar, a ocorrência teve início ontem na cidade de Balneário Piçarras, quando Maranhão e a jovem, GM, 16 anos, foram abordados num Ford K furtado. O assaltante fugiu para um matagal e a menor foi detida pelos policiais. Do veículo foram encontrados jóias, celulares, relógios e vários objetos roubados.

Na delegacia a jovem disse aos policiais o esconderijo de Maranhão e Negreiros. Homens da policias Civil e Militar fizeram campana na rua José Serra da Costa, Bairro São Cristóvão, em Barra Velha, e viram a dupla chegando numa residência. Segundo os policiais, a dupla resistiu a prisão, quando eles acabaram sendo baleados. Mais tarde, na rua Nelson da Cunha, também no mesmo bairro, a mulher não identificada foi abordada.

De acordo com a polícia, os três teriam participado do assaltado na noite de segunda. As vítimas foram amarradas durante a ação. Jóias e o carro da família, um Ford Ka, foram roubados.
No dia seguinte, a PM encontrou o veículo com um dos suspeitos que acabou fugindo após entrar em uma região de mata. Uma adolescente que estava com ele no carro não tentou fugir. A garota de 16 anos também estava com um mandado de busca e apreensão em aberto.

Hoje, a Polícia Civil foi até a casa onde os suspeitos estariam escondidos, em uma localidade conhecida como Morro do Colchão. Como os dois homens tentaram fugir e desobedeceram a ordem de parada, foram alvejados na altura dos pés.

A mulher foi presa em outra casa próxima. Ela portava uma arma de brinquedo quando foi atingida. Outras duas espingardas de brinquedo, utilizadas no assalto, foram encontradas na casa da mulher. Os três são suspeitos de participar de outros assaltos na região.

Figurinha carimbada

O assaltante Nivagner Silva Araújo, 33 anos, conhecido como Maranhão, estava sendo procurado pela polícia de Penha e região há mais de dois meses. Ele é acusado de vários furtos e assaltos a residências em na região.

No dia 9 de setembro deste ano, Maranhão, foi preso na rua Narcisa Fausta Marçal, no centro de Penha. Ele estava sendo procurado pela polícia, já que tinha 25 passagens, a maioria por furto e roubo na cidade.

Segundo a polícia, só naquela semana foram pelo menos três assaltos que ele teria praticado, em Penha. Maranhão teria invadido a mesma casa duas vezes na mesma semana, rendendo a família e agindo com extrema violência. 

Num outro ataque, as vítimas foram um casal de idosos, na praia do Quilombo. Foi nesse assalto que Maranhão espancou a idosa. O motivo: ficou irritado por querer levar a aliança e ela não conseguia retirar o anel do dedo. No dia 11 de setembro, Maranhão já estava em liberdade, sendo liberado pela Justiça.

Fonte: Central Aquartela de Jornalismo
Compartilhe Este Artigo :
 
Copyright © 2013 Portal Penha-SC
Por: TPB - Design by FBTPPSC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...